Updates

e-commerce

Por que a crise não chega no e-commerce?

As notícias de economia andam um pouco desanimadoras nos últimos meses. Sobem os juros, sobe o dólar, sobe a energia e quase nenhuma previsão de crescimento. Esse cenário leva o empreendedor a pensar duas vezes antes de realizar qualquer tipo de investimento. Mas no Brasil apesar dessa crise toda, há setores que estão em alta e um deles é o comércio eletrônico. O E-Bit calcula que o as lojas virtuais devem faturar R$ 43 bilhões nesse ano. Mas qual é o milagre do e-commerce?

Conheça algumas razões que explicam por que o setor está driblando a crise e trazendo lucros para quem é da área.

1 – Mais gente acessando a Internet
É cada vez maior o número de brasileiros com acesso à internet por meio de computadores e celulares. A consultoria IDC Brasil estima que esse ano devem ser vendidos mais de 50 milhões de smartphones no país.

2 – O bolso apertado do consumidor
Em tempos de crise, com o orçamento mais apertado é natural que o consumidor pesquise muito mais antes de realizar uma compra. Neste contexto, o comércio eletrônico é mais vantajoso, pois oferece diversas possibilidades de comparação de preços.

3 – Competitividade
O comércio eletrônico vai estar sempre a frente do varejo tradicional no que se refere a variedade de produtos disponíveis. O consumidor sabe que na internet ele vai encontrar aquele item que não conseguiu achar andando pelas ruas do comércio da sua cidade. Além disso os lançamentos sempre chegam primeiro no comércio eletrônico.

4 – O comércio eletrônico pensa no cliente
As lojas virtuais procuram colocar o cliente em primeiro lugar. O foco de uma venda online em todas as suas etapas são planejadas privilegiando a experiência do comprador. Foi se o tempo em que o consumidor tinha que se adaptar a loja. O comércio eletrônico possui a capacidade de se adaptar de acordo com o perfil do cliente. Comprar pela internet ficou mais prático, fácil e seguro. Sem contar com a infinita comodidade em se comparando com o varejo tradicional.

Updates